sábado, janeiro 14, 2006

É esta a justiça divina? (1)

Parece impossível já terem passado 5 anos. Quase não acredito.
Parece que foi ontem que o telefone me acordou. A Mana, com uma voz demasiado séria:
- Vens hoje?
- Sim, vou daqui a um bocado no combóio. Vou aí almoçar, depois vamos ao hospital.
- Traz roupa. O Tio faleceu.
Não tive oportunidade de me despedir dele. O meu único Tio. Não tive oportunidade de lhe ver os meigos olhos verdes uma última vez. Fechou-os naquela manhã de Domingo. Eu ia vê-los à tarde.
Parece que foi ontem porque a dor não esmoreceu. A revolta não amainou.
Parece que foi ontem porque, por muito que tente, não consigo aceitar. A sensação de injustiça não me abandona o peito.
Ainda tinha demasiado para viver.
[A morte só é (minimamente) aceitável quando já se viveu muito. Quase tudo (tudo é impossível).]

2 Comments:

Blogger Mir voou...

Este comentário foi removido por um gestor do blogue.

19 janeiro, 2006 21:33  
Blogger Mir voou...

Manter a esperança é continuar a viver em função dos bons momentos, não pôr o dedo na ferida nem deixar que outros o façam!

19 janeiro, 2006 21:35  

Enviar um comentário

<< Home